A Gol Linhas Aéreas anunciou que, a partir de hoje, os passageiros em viagens internacionais poderão levar a bordo seus animais de estimação. O serviço, que foi lançado em abril de 2015 para voos domésticos, incluirá os destinos da companhia para América do Sul e Caribe.

A companhia aérea registrou mais de 25 mil cães e gatos de pequeno porte transportados desde a disponibilização do serviço.

Divulgação/Gol

Para serem transportados na cabine, os cães ou gatos precisam atender aos requisitos e cuidados determinados pela companhia para garantir a segurança do animal. As orientações incluem: ter idade mínima de quatro meses e peso máximo de dez quilos, incluindo a caixa de transporte (kennel), que deve ter espaço suficiente para o animal dar uma volta completa em torno de si. A caixa também deve ser de material firme, liso e resistente a vazamentos.

Mesmo estando na cabine, é preciso identificar a caixa de transporte com nome, endereço e telefone do cliente. O animal precisa ficar dentro do kennel durante todo o tempo do voo.

O procedimento será o mesmo já efetuado para os voos domésticos. Antes de comprar a passagem, o cliente deve entrar em contato com o atendimento da Gol para verificar a documentação necessária, principalmente a respeito das especificações de cada país, e também a disponibilidade para embarque, uma vez que existe um controle que permite no máximo quatro animais em um mesmo voo.

VALORES
A solicitação do serviço pode ser feita por telefone (0300 101 2001) com antecedência mínima de três horas para voos domésticos e 24h para os internacionais.

Para bilhetes comprados no Brasil com destinos nacionais e internacionais, o valor adicional cobrado é de R$ 200 por trecho. Já para os bilhetes comprados no exterior, o valor é de US$ 70 por trecho – cobrado em moeda local do país de origem conforme o câmbio do dia da reserva.

EXCESSO DE PESO
Caso o animal e a caixa de transporte somem juntos entre dez e 30 quilos, é necessário efetuar o despache no balcão de check-in. O animal fica acomodado no porão dianteiro da aeronave, que possui a mesma temperatura e pressurização da cabine de passageiros.

Caso o animal tenha mais de 30 quilos, o transporte é realizado pela Gollog, unidade de cargas da companhia. O cálculo das tarifas para esse caso varia de acordo com o destino e peso do animal.

As informações e documentações necessárias exigidas pela Gol podem ser obtidas aqui.