Pensando em diminuir o tempo de espera dos passageiros, a companhia aérea JetBlue vai permitir que os viajantes usem selfies para embarcar em viagens de avião, sem a necessidade de apresentarem passaportes e cartões de embarque. O projeto foi feito através de uma parceria com a agência americana Customs and Border Protection (CPB) e a indústria de aviação SITA.

A fase de teste deve durar de 40 a 90 dias e será aplicada pela primeira vez no dia 12 de junho, durante o voo do Aeroporto Internacional de Boston Logan para o aeroporto internacional Rainha Beatriz, em Aruba.

O programa funciona da seguinte forma: os passageiros serão direcionados a um local específico onde serão fotografados por câmeras equipadas com biometria e reconhecimento facial.  A imagem será anexada às informações pessoais de cada viajante (fotos do passaporte ou de imigração), fornecidas pelo sistema de documentação da CPB. Um dispositivo fixado nas câmera  dirá se o passageiro está liberado para embarcar no avião.

Se funcionar, a JetBlue será umas das poucas companhias aéreas do mundo a utilizarem o sistema de reconhecimento facial para embarque de passageiros. Além de ser mais eficiente, a iniciativa é amplamente sustentável pois não utiliza papéis na hora do embarque.

A JetBlue acredita que o projeto pode promover a aproximação do passageiro com os funcionários do portão de embarque, já que todos eles receberão Ipads para melhor informar o passageiro sobre seu voo.

Em  primeiro momento, o sistema de reconhecimento facial funcionará apenas para os voos de Boston para Aruba, mas há planos de expansão para demais rotas.