De acordo com o diretor da Air India, Ashwani Lohani, a medida vai ajudar a companhia a reduzir desperdícios, poupar dinheiro, e melhorar o serviço da comida.”Também elimina a possibilidade de confusão com os pratos: uma refeição não vegetariana ser servida para uma passageiro vegetariano”, disse Lohani.

Tirando a carne de suas refeições, a companhia pretende poupar US$1 milhão (aproximadamente R$ 3 milhões) em um ano – uma quantia pequena se comparado com a dívida de mais de 7 bilhões de dólares que a Air India possui.

Opção vegetariana da companhia aérea Air India

Refeição vegetariana da companhia indiana (@nuthead_1/ instagram//Reprodução)

Ainda assim, a proposta tem recebido críticas dos passageiros não vegetarianos, principalmente os muçulmanos que acusaram a companhia de discriminalização pelo fato de ainda consumirem carne.

Com a notícia, muitas companhias rivais aproveitaram a oportunidade para divulgar as opções variadas que possuem em seu cardápio. É o caso da companhia aérea Vistara, que em sua última propaganda (imagem abaixo) mostrou dois pratos, um com carne e outro vegetariano, e uma legenda com referência direta as mudanças da companhia rival: “Frango ou vegetariano? Nós deixamos esta escolha com você.”